A importância de proteger os olhos nas práticas esportivas ao ar livre

23/07/2018
A importância de proteger os olhos nas práticas esportivas ao ar livre

Pode ser que você não saiba, mas grande parte dos esportes ao ar livre necessita de cuidados para proteger os olhos. Se você não adota esse hábito em sua vida, está na hora de mudar certos conceitos, não acha?

Além do futebol, existem várias práticas desportivas que podem ser feitas entre amigos e que garantem a mesma diversão, só que é preciso atentar à questão da proteção aos olhos, pois uma visibilidade ruim pode prejudicar o desempenho.

Sabendo disso, preparamos este artigo para orientá-lo acerca dos principais perigos para a região ocular e mostrarmos as consequências à saúde. Portanto, acompanhe a leitura e confira quais são os riscos que você corre!

 

Evite lesões no globo ocular

Essa é uma preocupação que qualquer pessoa que pretende fazer algum esporte ao ar livre precisa ter, afinal, dependendo da ocorrência, um acidente pode trazer sérios problemas à região dos olhos, como o deslocamento de retina.

Perceba que uma das principais causas que dificultam uma boa performance nas atividades físicas é o impacto sofrido nos olhos. Por exemplo, se uma munição de Airsoft, de repente, for em direção ao rosto, e você estiver sem proteção, pode proporcionar danos irreversíveis.

 

Seja cuidadoso ao usar óculos comuns

Sabemos que há uma grande dificuldade, na prática de exercícios, para as pessoas que precisam de seus óculos para corrigir miopias, astigmatismos e hipermetropias. Só que usar apenas os óculos comuns pode trazer prejuízos também.

Esses acessórios não foram devidamente preparados para situações de risco, como àquelas que a prática de esportes radicais, por exemplo, acaba o sujeitando. Alguns movimentos mais rápidos, intensos e que exigem uma atenção maior dos atletas estão propensos a quebrar os seus óculos e resultar em alguma lesão.

 

Proteja-se contra a contaminação por bactérias

Muitas pessoas não param para pensar nessa possibilidade, mas aqueles que optam pela prática de exercícios na academia ou no contato com a água, podem correr riscos de danos à visão.

A contaminação por bactérias, fungos e vírus aumenta consideravelmente em localidades desse tipo. Por isso, a recomendação é sempre evitar esfregar as mãos nos olhos, utilizar uma toalha limpa para enxugar o suor e, nos esportes aquáticos, usar óculos de proteção.

 

Esteja atento ao nível de exposição ao sol, à poeira e a outros agentes externos

Essa é uma preocupação que perturba muitos atletas, mesmo aqueles que só querem sair da terrível rotina e praticar esportes por hobby. A exposição excessiva dos olhos aos raios UV gera malefícios, como dor, irritação e lesões graduais na retina.

Em corridas, escaladas, passeios de bike e demais atividades ao ar livre, as ameaças, como o vento e a poeira, permitem o ressecamento dos olhos, além de causarem vermelhidão e coceiras. No vôlei de praia, por exemplo, há o agravante da areia e do sol, por isso, não se proteger durante a prática do esporte ocasiona situações sérias à saúde.

Em resumo, sempre que quiser proteger os olhos durante uma atividade física, leve em consideração o uso de óculos com uma armação resistente, que consiga inibir o contato com os raios solares e ofereça segurança nos impactos e contra os agentes externos.

 

 

Fonte: www.blog.lazereaventura.com.br